Campo Grande / MS Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

Escolha sua cidade

Campo Grande Água Clara Alcinópolis Amambai Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Caracol Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmão do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Inocência Itaporã Itaquiraí Ivinhema Japorã Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Carapã Maracaju Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de Mato Grosso Rochedo Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Selvíria Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas Vicentina

Notícias / Polícia

09.10.2019 às 08:33 - Atualizada em 09.10.2019 às 08:56

É preso estuprador que engravidou a enteada com consentimento da mãe

A Polícia Civil recebeu mais denúncias de pelos menos duas vítimas menores de idade que teriam sido abusadas pelo homem, mesmo estando foragido.

Fernanda Muller PCMS

Uma operação deflagrada pela Polícia Civil de Ladário na manhã desta terça-feira (8) resultou na prisão de um homem, de 47 anos, e sua companheira, de 28 anos. Segundo a investigação, entre os anos de 2015 e 2016, ele abusou sexualmente  e engravidou sua enteada, de apenas 11 anos.

A investigação concluiu que a mãe da vítima tinha ciência dos abusos sofridos pela filha e também sabia que a menina engravidou de seu companheiro, e memso assim continuou com o relacionamento.  

Após a conclusão do inquérito, o casal teve suas prisões decretadas e estavam foragidos desde julho do ano passado. Nos meses de julho a agosto deste ano a Polícia Civil de Ladário recebeu mais denúncias de pelos menos duas vítimas menores de idade que teriam sido abusadas pelo homem, mesmo estando foragido.

Após diligências, os suspeitos foram localizados. Eles estavam se escondendo em áreas rurais na região da fronteira entre o Brasil e a Bolívia, tendo inclusive permanecido durante algum tempo no país vizinho.

O setor de investigação monitorou o casal e aguardou eles voltaram para a cidade de Corumbá, onde foram presos, pelo crime de estupro de vulnerável, na casa da mãe do autor, no Conjunto Novo Habitar.

Os dois foram encaminhados para Estabelecimento Penal de Corumbá, onde aguardarão até o julgamento. 

Denuncie

A Polícia Civil ressalta que possui o sistema de disque-denúncia. A população poderá denunciar via aplicativo Whatsapp qualquer prática delituosa pelo número 067 -99668-1679. O sigilo da identidade e número telefônico serão mantidos.

Comentários
informe o texto a ser procurado
Voltar ao topo