Campo Grande / MS Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

Escolha sua cidade

Campo Grande Água Clara Alcinópolis Amambai Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Caracol Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmão do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Inocência Itaporã Itaquiraí Ivinhema Japorã Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Carapã Maracaju Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de Mato Grosso Rochedo Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Selvíria Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas Vicentina

Notícias / Polícia

04.10.2019 às 08:58 - Atualizada em 04.10.2019 às 09:15

Homem é morto com 11 tiros enquanto fazia entrega no Guanandi

Segundo testemunhas, assassinos teriam chegado em uma moto, realizado os disparos e depois fugido.

Fernanda Muller e Itamar Buzzatta

Um homem, de 41 anos, foi executado a tiros a tiros, no começo desta quinta-feira (03) na Rua Guajará, no Bairro Guanandi , em Campo Grande. A vítima foi atingida por 11 disparos. Segundo testemunhas, dois homens chegaram em uma moto, atiraram e depois fugiram. 


Conforme informações do boletim de ocorrência, os tiros eram de calibre 9 milímetros. O homem foi atingido por 6 tiros no peito, dois embaixo do braço, um na barriga, um no braço direito e outro no queixo. No momento do crime a vítima, que é funcionária em uma loja de móveis, realizava a entrega de uma geladeira
 

Policiais militares, civis, agentes do GOI (Grupo de Operações e Investigações) da Polícia Civil e do Choque,  estiverem no local, que foi isolado pela perícia. Até o momento nenhum suspeito foi preso. 


Comentários
informe o texto a ser procurado
Voltar ao topo