Campo Grande / MS Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

Escolha sua cidade

Campo Grande Água Clara Alcinópolis Amambai Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Caracol Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmão do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Inocência Itaporã Itaquiraí Ivinhema Japorã Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Carapã Maracaju Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de Mato Grosso Rochedo Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Selvíria Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas Vicentina

Notícias / Acidente

10.09.2019 às 10:41 - Atualizada em 11.09.2019 às 09:13

Aos 12 anos, morre terceira vítima de queda de aeronave

Ultraleve era pilotado pelo vereador de Ivinhema e ex-delegado da Polícia Civil Messias Furtado de Souza. Outra criança, de 5 anos, também morreu no acidente.

Fernanda Muller

Morreu na madrugada desta terça-feira (10), na Santa Casa de Campo Grande, a terceira vítima do acidente aéreo com ultraleve que caiu na tarde de domingo na zona rural de Ivinhema. Guilherme dos Santos Fernandes, de 13 anos, teve cerca de 90 % do corpo queimado e múltiplas fraturas. No momento do acidente o irmão dele, Igor Davi dos Santos Fernandes, de 5 anos, morreu na hora. O vereador de Ivinhema e ex-delegado da Polícia Civil  Messias Furtado de Souza, de 55 anos, pilotava a aeronave e também faleceu, na manhã de ontem (09).  

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o ultraleve pilotado por Messias caiu por volta de 17h30 de domingo numa chácara na saída para Angélica. O vereador e Guilherme foram retirados da aeronave com auxílio de policiais militares que passavam pelo local e presenciaram o acidente.

Em seguida à queda, o ultraleve pegou fogo e os dois tiveram mais de 80% do corpo queimado. O vereador e o adolescente foram levados para o Hospital Municipal de Ivinhema e posteriormente transferidos para o setor de queimados da Santa Casa de Campo Grande.

Em entrevista ao MS Em Foco, a brigadista civil Rosana dos Santos Lima, 33 anos, mãe dos meninos, disse que os filhos tinham o sonho de voar. “Era o sonho deles e o delegado tinha prometido que ia dar este presente para eles, mas deu tudo errado”, lamentou.


Investigação

De acordo com nota encaminhada pela FAB (Força Aérea Brasileira), investigadores do Sexto Serviço Regional de Investigação de acidentes Aeronáuticos foram para Ivinhema para investigar as causas do acidente envolvendo a aeronave de matrícula PU-AFA.

Informações preliminares apontam que possivelmente Messias errou o pouso e atingiu uma árvore. As causas do acidente estão sendo investigadas pela Polícia Civil de Campo Grande e do município. 

Vídeo Relacionado

Comentários
informe o texto a ser procurado
Voltar ao topo