Campo Grande / MS Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

Escolha sua cidade

Campo Grande Água Clara Alcinópolis Amambai Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Caracol Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmão do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Inocência Itaporã Itaquiraí Ivinhema Japorã Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Carapã Maracaju Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de Mato Grosso Rochedo Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Selvíria Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas Vicentina

Notícias / Polícia

10.09.2019 às 09:26 - Atualizada em 10.09.2019 às 09:38

Mãe acaba presa após chamar a polícia por medo de filho violento

Contra ela havia um mandado de prisão em aberto.

Fernanda Muller

Uma mulher de 48 anos acabou presa, junto com seu filho, de 19 anos, nesta segunda-feira (9), em Itaporã, a 214 quilômetros de Campo Grande. Com medo do rapaz, ela registrou um boletim de ocorrência, momento em que os policiais descobriram que contra ela havia um mandado de prisão em aberto. 

Segundo informações da polícia, a PM foi acionada via 190 para atender uma ocorrência de violência doméstica na Rua Jorge Machado no bairro Lagoa. Ao chegar ao endereço, a mulher contou aos militares que seu filho chegou em casa bêbado e alterado, com uma faca e uma machadinha, chutando e quebrando móveis e fazendo ameaças. 

A mulher ainda disse que o filho, conhecido como Neno, sempre apresenta esse comportamento. Os policiais fizeram a detenção do rapaz, que foi encaminhado para delegacia junto com a sua mãe.

Durante a confecção do boletim de ocorrência, ao inserir o nome da mulher no sistema foi constatado em seu desfavor um mandado de prisão em aberto. Ela também foi presa e agora os dois estão à disposição da Justiça.

Comentários
informe o texto a ser procurado
Voltar ao topo