Campo Grande / MS Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

Escolha sua cidade

Campo Grande Água Clara Alcinópolis Amambai Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Caracol Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmão do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Inocência Itaporã Itaquiraí Ivinhema Japorã Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Carapã Maracaju Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de Mato Grosso Rochedo Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Selvíria Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas Vicentina

Notícias / Política

10.09.2019 às 07:47 - Atualizada em 10.09.2019 às 11:20

Lula e irmão são denunciados na Lava Jato por corrupção passiva

Crimes relacionados são passíveis de até 20 anos de prisão

Plataforma MS Urgente Poder 360

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu irmão, Frei Chico, foram denunciados pela força-tarefa da Lava Jato em São Paulo nesta 2ª feira (9) por corrupção passiva continuada. Também foram denunciados Emílio e Marcelo Odebrecht – donos da empreiteira – e o ex-diretor da empresa, Alexandrino de Salles Ramos Alencar, por corrupção ativa continuada. 

A denúncia afirma que de 2003 a 2015, Frei Chico recebeu R$ 1.131.333,12, por meio de pagamento de “mesada” que variou de R$ 3 mil a R$ 5 mil. Os pagamentos eram parte de 1 “pacote” de vantagens indevidas oferecidas a Lula, em troca de benefícios obtidos pela Odebrecht junto ao governo federal.

Os crimes de corrupção passiva e corrupção ativa têm pena de 2 a 12 anos de prisão e multa. Na modalidade continuada, as penas podem ser aumentadas de 1/6 a 2/3. Ou seja, se condenados, Lula e Frei Chico poderão receber sentenças de 2 anos e 4 meses a 20 anos de prisão.

Sindicalista militante, Frei Chico começou a ter relações com a Odebrecht ainda nos anos 90, época em que estava em curso o Programa Nacional de Desestatização. A operação sofreu forte resistência dos trabalhadores do setor. Ao todo, 27 químicas e petroquímicas estatais federais foram vendidas.

O então presidente da companhia, Emílio Odebrecht, buscou apoio de Lula, que sugeriu que contratasse Frei Chico como consultor para intermediar 1 diálogo entre a Odebrecht e os trabalhadores. Também participava dessas reuniões o ex-executivo da companhia Alexandrino Alencar.

Frei Chico foi contratado e passou a ser remunerado por uma consultoria efetivamente prestada para a Odebrecht junto ao meio sindical. Em 2002, com a eleição de Lula, a Odebrecht parou com a consultoria prestada por Frei Chico, mas decidiu manter uma “mesada” ao irmão do presidente eleito, com o objetivo de manter uma relação favorável aos interesses da empreiteira.

Os pagamentos começaram em janeiro de 2003, no valor de R$ 3 mil. Em junho de 2007, passaram a ser entregues R$ 15 mil a cada 3 meses (R$ 5 mil/mês). Os valores pararam em 2015, com a prisão de Alexandrino pela Lava Jato.

O MPF aponta que, ao contrário do que acontecia com a remuneração pela consultoria prestada por Frei Chico até 2001, a “mesada” que começou a receber em 2002 era feita de forma oculta, por meio do “Setor de Operações Estruturadas” da Odebrecht, responsável por processar os pagamentos de propina feitos pela companhia.

Estes pagamentos ocultos foram, inicialmente, autorizados por Emílio, e foram mantidos por decisão de Marcelo Odebrecht, mesmo com o término do mandato de Lula, em 2010. Em sua defesa, Frei Chico admitiu que recebeu pagamentos da Odebrecht, alegando que as consultorias que prestava continuaram depois de 2003.

Em nota, a defesa de Lula disse que o ex-presidente “jamais ofereceu ao grupo Odebrecht qualquer ‘pacote de vantagens indevidas'”.

Comentários
informe o texto a ser procurado
Voltar ao topo