Campo Grande / MS Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

Escolha sua cidade

Campo Grande Água Clara Alcinópolis Amambai Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Caracol Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmão do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Inocência Itaporã Itaquiraí Ivinhema Japorã Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Carapã Maracaju Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de Mato Grosso Rochedo Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Selvíria Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas Vicentina

Notícias / Política

09.09.2019 às 11:01 - Atualizada em 10.09.2019 às 11:49

Sigla de Bolsonaro, PSL anuncia 188 mil filiações em agosto e mira eleições de 2020

Com vistas às eleições municipais de 2020, legenda realizou intensa campanha de filiação em agosto

Plataforma MS Urgente Com informações Poder 360

O PSL (Partido Social Liberal), do presidente Jair Bolsonaro, anunciou ter incorporado 188 mil associados em sua campanha de filiação iniciada em 17 de agosto.


Com isso, ultrapassaria 459 mil quadros, 1 crescimento de 70% em relação aos 271 mil que constam nos dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de agosto.


Segundo a legenda, foram filiados ao partido, por regiões:

Norte: 10.942
Nordeste: 22.550
Centro-Oeste: 21.127
Sudeste: 90.978
Sul: 42.758


O número chama atenção, já que o mês com mais filiações do partido foi outubro do ano passado: 20.000 novos membros. Se confirmados os dados, a campanha teria multiplicado por 9 o próprio recorde da legenda. O PSL fez ampla campanha em agosto para atrair filiados.


Os dirigentes do partido querem dobrar o número de filiados até outubro deste ano e chegar a 1 milhão até as eleições de 2020.


Eleições 2020 


Bolsonaro já afirmou que pretende controlar as ações do partido para conseguir o comando de mais prefeituras nas eleições municipais do ano que vem.


“Estou acertando com o partido para ver se eu consigo ter a maioria das ações. Se eu tiver, quero me empenhar por algumas prefeituras e quem vai escolher, democraticamente, vai ser eu. O partido local vai ter sua participação, mas a palavra final vai ser nossa. Se não  quiser, não tem problema nenhum. Não entro na campanha daquele município. O que eu quero é uma pessoa que tenha o coração verde e amarelo igual ao nosso.”


Na última eleição municipal, em 2016, o partido conquistou as prefeituras de apenas 30 cidades. Nenhuma no G93 (grupo das 26 capitais e 67 municípios com mais de 200 mil eleitores).

Comentários
informe o texto a ser procurado
Voltar ao topo