Campo Grande / MS Domingo, 25 de Agosto de 2019

Escolha sua cidade

Campo Grande Água Clara Alcinópolis Amambai Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Caracol Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmão do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Inocência Itaporã Itaquiraí Ivinhema Japorã Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Carapã Maracaju Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de Mato Grosso Rochedo Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Selvíria Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas Vicentina

Notícias / Saúde

13.08.2019 às 16:49 - Atualizada em 14.08.2019 às 08:40

Após casos confirmados de sarampo, Ministério da Saúde recomenda dose extra de vacina

Três estados já registraram casos ativos da doença

Paulo Henrique Ramos

O Ministério da Saúde está recomendando o reforço da vacinação para crianças de seis meses a menores de um ano, que moram ou vão viajar para locais onde há surto da doença. A recomendação veio após 3 estados registrarem casos ativos da doença. O estado de São Paulo é o que concentra o maior número de casos, com cerca de 90%.

A vacinação deve ser feita pelo menos 15 dias antes da data prevista para a viagem. É importante frisar que essa é uma dose extra da vacina, e não deve interferir na rotina prevista no Calendário Nacional de Vacinação. As pessoas de 1 a 49 anos de idade devem estar vacinadas contra sarampo. 

Veja a lista de municípios que registraram casos da doença:
www.saude.gov.br/sarampo.

Para esclarecer como deve ser feita a vacinação, o diretor do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis, Júlio Croda, gravou um vídeo com as principais dúvidas sobre o assunto:
 

Vídeo Relacionado

Comentários
informe o texto a ser procurado
Voltar ao topo